Resultado do Passatempo de Janeiro - "Limões na Madrugada"

Cá estou eu para anunciar o vencedor deste passatempo maravilhoso, proporcionado pela Cultura Editora, a quem desde já agradeço.

Deixo-vos então com as respostas corretas às perguntas efetuadas:

Onde vive Adriana? Argentina.
O que veio Adriana fazer a Portugal? Desvendar o passado da sua família.
Sobre a autora, que outros livros publicou? "Alma Rebelde", "A Chama ao Vento", "O Ano da Dançarina" e "O Cavalheiro Inglês"

De entre os 237 participantes considerados válidos, foi sorteado a seguinte vencedora:

Ana Isabel Gomes Machado
de Santo Tirso

Parabéns!! Vais receber o livro na morada indicada durante os próximos dias. :)

Planos de fim de semana...



Sugestão da Semana 2 de 2018

O livro que vos sugiro esta semana é de uma daquelas autoras que muita gente conhece - Joanne Harris. Os títulos mais conhecidos são obviamente "Chocolate" e os relacionados com esse, mas esta autora tem uma bibliografia bem mais rica e vasta. Espreitem aqui.

Adorei ler este "A Praia Roubada". É um dos títulos que guardo com carinho na minha memória.
Podem ler a minha opinião aqui.

Está à venda na Wook por 10,14€ (50% do preço normal!).
Vale mesmo a pena!

"Reino de Feras" de Gin Phillips (opinião)

Existem alguns livros que exigem de nós, leitores, um pouco mais do que o normal. Ou seja, parece-me que certos autores convidam-nos (leia-se obrigam-nos) a participar na leitura de uma forma mais ativa, não nos facilitando a interpretação dos acontecimentos ao longo da história e até nos forçando a dar-lhe o final que achamos/sentimos como adequado. Gin Phillips, para mim, encontra-se nesta categoria.

A história começa subtilmente, com uma mãe e o seu filhote de 4 anos a dar por terminada mais uma visita ao Jardim Zoológico, que é o seu local favorito. Minutos antes da hora de fecho eles ouvem o que parecia ser um tiroteio longínquo mas Joan, a mãe, não associando o som a perigo, apressa-se com o seu pequenote para a saída. É aí que ela começa a se aperceber que algo está errado. Vê umas formas estranhas no chão... corpos caídos sem vida, e Joan faz o que o seu instinto lhe ordena: pega em Lincon e foge para local seguro.

Aqui a história sobe de tom o leitor finalmente entende o nome do livro: Reino de Feras / Fierce Kingdom. Feras são os homens que andam a matar pessoas indefesas naquele Jardim Zoológico, feras são os animais que vivem naquele Jardim Zoológico, e em fera supostamente se transforma uma mãe quando se trata de proteger a sua cria. Pelo menos assim deveria ser, mas tenho de ser sincera, estava à espera de mais "fierce" = ferocidade em Joan. O seu discurso, apesar de revelar bem o medo e a tensão, apenas demonstra a sua incapacidade em controlar a situação, o filho e o resultado. Parece-me mais alguém que bloqueou perante uma situação de perigo. Não sei como eu reagiria, mas sei que Joan não está a reagir como a sinopse promete. Apesar disso, consegui colocar-me no seu lugar e acredito que não seria fácil obrigar um menino de 4 anos a ficar caladinho durante 3 horas, com frio e fome e perante uma situação tão anormal para a sua curta vida.

A urgência, o nervoso miudinho e a tensão constante contribui para o crescendo na história. As páginas voam e a respiração do leitor mistura-se com a das personagens, quase silenciosa, tentando também escapar aos que andam à caça. Mas o final... bem, o final é subjetivo. Acho que cada um que ler este livro vai fazer a sua própria interpretação. Quanto a mim, estou em crer que vou andar durante uns dias a pensar nisto. Não devo é ir ao Jardim Zoológico tão cedo. ;)

Pareceu-me uma boa estreia no género para esta autora, se bem que gostava de a ler noutro registo. Fiquei com a sensação de que Gin Phillips tem mais para oferecer.

Ler...


Passatempo de Janeiro - "Limões na Madrugada"



Verifique as Regras dos Passatempos no separador central do blog.

"Limões na Madrugada" de Carla M. Soares (opinião)

Não poderia ter começado o meu ano de leituras de melhor forma. :) "Limões na Madrugada" é um livro lindíssimo, perfeito, escrito de uma forma absolutamente maravilhosa que nos conquista a cada linha que percorremos com o olhar. 

Eu já sabia que Carla M. Soares escrevia bem, mas meus amigos, isto não é escrever bem! É arrebatar o leitor e transportá-lo para dentro da história em segundos após iniciar a leitura. Devia ter desconfiado quando na apresentação do livro ela foi tão parca em palavras para o descrever, um contraste gritante com o que dizia o seu olhar. Este é sem dúvida, um filho de ternura, um projeto que lhe saltou das mãos quase sem que ela desse por isso, e a meu ver, o melhor livro da Carla.

Adorei a história, a forma como nos é contada, por alguém que também a está a conhecer agora. A voz na primeira pessoa, as considerações, os desabafos, a feminilidade de Adriana, as suas dúvidas e as suas fraquezas. Adorei. Adorei as descrições dos locais, tão subtis e verosímeis que me surpreendia cada vez que interrompia a leitura e descobria que não estava no local do livro. Adorei viajar até à Argentina e passear pelo Porto, cidade que me deixou saudades. Saltitar entre o presente, o passado e um passado ainda mais longínquo, quase sem dar por isso. Adorei.

Este foi mesmo um início de ano de leitura auspicioso. Que venham mais deste calibre. Merece sem dúvida alguma as minhas 8 estrelas

Parabéns, Carla M. Soares e parabéns à Cultura Editora! A capa é lindíssima e o título maravilhoso. Terminei o livro a sentir o aroma a limões.


Em destaque: "Reino de Feras" de Gin Phillips

Um romance eletrizante sobre o vínculo primordial e inabalável entre uma mãe e o seu filho

Sinopse:
Lincoln é um bom menino. Aos quatro anos, é curioso, inteligente e bem-comportado. Lincoln faz o que a mãe diz e sabe quais são as regras.

«As regras hoje são diferentes. As regras são que temos de nos esconder e não deixar que o homem da pistola nos encontre.»

Quando um dia comum no Jardim Zoológico se transforma num pesadelo, Joan fica presa com o seu querido filho. tem de reunir todas as suas forças, encontrar a coragem oculta e proteger Lincoln a todo o custo - mesmo que isso signifique cruzar a linha entre o certo e o errado, entre a humanidade e o instinto animal.

É uma linha que nenhum de nós jamais sonharia cruzar.

Mas, por vezes, as regras são diferentes.

Um passeio de emoção magistral e uma exploração da maternidade em si - desde os ternos momentos de graça até ao poder selvagem. Reino de Feras questiona onde se encontra o limite entre o instinto animal para sobreviver e o dever humano de proteger os outros. Por quem deve uma mãe arriscar a sua vida?

Críticas da Imprensa:

«Um thriller brilhante, inteligente e irresistível.» The New York Times

«Philips constrói as personagens de forma extraordinária e a sua prosa é habilidosa e evocativa. Aflitivo e profundo, este thriller cheio de adrenalina quebrará os leitores como uma bala atravessa o osso.» Kirkus Review

«Uma exploração controversa da maternidade, no que ela tem de mais básico.» Publishers Weekly

«Philips consegue combinar imagens bonitas com uma intensidade imprópria para cardíacos, uma intensidade que desgasta os nervos. Os fãs de thrillers literários não vão querer perder este livro.» Booklist

«Gin Philips capta habilmente o terror da situação mas também a beleza das minúcias da nossa vida quotidiana.» Library Journal

«Um tiro de adrenalina pura. Mas não é apenas a acção que o manterá a virar estas páginas: Reino de Feras é também uma história comovente.» Entertainment Weekly

«Não conseguirá parar de ler. Adrenalina pura.» The Guardian

«Ao introduzir a ameaça de violência, o livro amplifica as preocupações domésticas quotidianas, produzindo uma espécie de cristalização da experiência da paternidade.» New Yorker

«Uma potente leitura que equilibra empatia e medo, pois levanta questões complexas sobre a natureza humana.» Washington Independent Review of Books

Sobre a autora: 

Gin Phillips, autora premiada com o Barnes and Noble Discover pelo seu primeiro romance, tem a obra publicada em mais de 29 países. Reino de Feras, a sua primeira incursão no mundo do trhiller, está a ser aclamado pelo público e pela crítica.

Primeira leitura de 2018 = 8 estrelas!

Até onde vai uma mãe para proteger o seu filho?

Em 2017 apaixonei-me por uma Formiga.

Em 2017 apaixonei-me por uma Formiga.
No livro "Onde Cantam os Grilos"

Um livro magistral! Para mim, o melhor de 2017!

Uma leitura magnífica.

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Cultura Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Marcador

Visualizações de página na última semana

Copyright © 2005-2017 Blogger Template (Adapted by Fernanda Carvalho)